8 DE OUTUBRO DE 2021 DIA DA PSICOLOGIA LATINO-AMERICANA

A União Latino-Americana de Entidades de Psicologia – ULAPSI comemora um novo dia 8 de outubro, dia da psicologia latino-americana. Em 8 de outubro, porém de 1967, Ernesto “Che” Guevara morreu, em La Hilguera Bolívia, nas mãos das forças fascistas do Estado boliviano de onde tentou libertar o povo da Bolívia. Não é coincidência que se tenha escolhido esta data; não é coincidência que as entidades de psicologia da América Latina, comprometidas com seus povos, com suas sociedades, com os habitantes mais vulneráveis e marginalizados, reunidos na Assembleia Geral em 2006, tomaram essa data simbólica como elemento de identidade, de união, de permanente luta.
É um dia de reflexão, e a isso lhes convidamos; é um dia de avaliar as mudanças, avanços e retrocessos que tivemos em nossa ciência e profissão nesses anos, caminhando ao lado dos povos, gerando história, caminhos, ideias, presenças e também ausências. É um dia de levantar bandeiras de igualdade, de solidariedade, de equidade, de justiça, de compromisso, de luta pela liberdade definitiva da terra, da Pachamama do nosso continente.
A psicologia não pode nem quer ficar de fora dessa realidade; o compromisso social requer se ver refletido em cada ato, em cada ação, em cada intervenção, em cada encontro com os estudantes, com os colegas, mas sobretudo com o povo, com a finalidade de que o pensamento de Che não morra, não perca o sentido que ele mesmo deu. Ele nos deixou o mandato …”de que o dever de todo revolucionário é fazer revolução”… E aqui estamos, fortes, vibrantes, lutando contra um novo ataque neoliberal e fascista em muitos de nossos países. Porém não nos silenciarão, não nos deterão, não nos converterão em sujeitos frios, insensíveis, distantes da realidade social.
Nós psicólogas e psicólogos da América Latina estamos convocados a seguir contribuindo para a construção de uma sociedade, de uma fortaleza muito mais forte, muito mais resistente às tentativas de uma nova colonização, muito mais sofisticada, muito mais massiva, utilizando as redes sociais, a tecnologia, as necessidades reais e aquelas geradas em nossos povos por interesses mesquinhos. Devemos desmascarar os novos governantes que seguem enchendo seus bolsos às custas do trabalho e da vida cada vez mais indigna das cidadãs e cidadãos da nossa América Latina.
Nosso compromisso é com a história, com os povos originários, com os sem-teto, com as meninas e meninos que trabalham horas e horas sem poder viver sua infância; nosso compromisso é com a defesa dos direitos humanos, com uma democracia capaz de promover cidadania e dignidade. Nosso compromisso é defender a alegria, a vida, os desenvolvimentos alcançados na saúde, na educação, na alimentação, na consciência. E sim, nesta defesa, novamente sentimos as sábias e calorosas palavras de Che, …”deixe-me dizer-lhes, com o risco de parecer ridículo, que o revolucionário verdadeiro está guiado por grandes sentimentos de amor”… O Amor à terra, à seus habitantes, à educação, à justiça, enfim, à liberdade. Saúde América Latina, Saúde ULAPSI. Saúde Psicologia comprometida com seu povo latino-americano.
“Somos o que fazemos, mas somos, principalmente, o que fazemos para mudar o que somos.”

Eduardo Galeano

América Latina, outubro de 2021.
União Latino-americana de Entidades de Psicologia (ULAPSI)
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.