II SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE MEDICALIZAÇÃO ACONTECE EM NOVEMBRO

Entre os dias 11 e 14 de novembro, será realizado, em São Paulo, o “II Seminário Internacional sobre Educação Medicalizada – Dislexia, TDAH e Outros Supostos Transtornos” para discutir e divulgar controvérsias científicas sobre diagnósticos e tratamentos de supostos transtornos de aprendizagem, tendo como pano de fundo a medicalização da sociedade. O evento, aberto ao público e sem taxa de instrição, é organizado pelo Fórum Sobre Medicalização da Educação e da Sociedade. Durante o seminário, será assinado um documento unindo os manifestos do Brasil e da Argentina sobre o tema.

Além de centenas de participantes brasileiros e representantes de diversas instituições do país, o seminário contará com a presença de pesquisadores e estudantes de países como Argentina, Estados Unidos, Portugal, Rússia e Uruguai. Na primeira edição do evento, realizada em 2010, foi lançado o Manifesto que marcou a criação do Fórum sobre Medicalização. De lá para cá, foram organiados encontros mensais, na sede do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo. As inscrições estão abertas, e podem ser feitas no site do Fórum Sobre Medicalização (www.medicalizacao.com.br). Na programação do evento estão previstas mesas redondas, conferências, painéis, apresentações de trabalhos e atividades culturais. Também serão oferecidos mini-cursos com temáticas ligadas à discussão central do evento.

O Seminário acontece no Campus Paraíso da Universidade Paulista (Unip), à Rua Vergueiro, 1121, próximo às estações Vergueiro e Paraíso do metrô paulistano. Mais detalhes podem ser obtidos no site do Fórum Sobre Medicalização ou por telefone (21) 2139.5400 – Felipe e por e-mail ascom@crprj.org.br.

Serviço:
II Seminário Internacional sobre Educação Medicalizada – Dislexia, TDAH e Outros Supostos Transtornos
Data: 11 a 14 de novembro
Local: Unip – Campus Paraíso – Rua Vergueiro, 1121 – São Paulo-SP
Informações: (21) 2139.5400 – Felipe
e-mail ascom@crprj.org.br
http://www.medicalizacao.com.br

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.